Voltar 23 de Abril de 2011

“ORQUESTRA EM AÇÃO” PARTICIPA DE HOMENAGEM A TIRADENTES


“ORQUESTRA EM AÇÃO”  PARTICIPA DE HOMENAGEM A TIRADENTES

 A Orquestra em Ação participou nesta quinta-feira (21) da  homenagem a Tiradentes realizada pela Polícia Militar em Ji-Paraná. A cerimônia no segundo batalhão da PM contou com formaturas, condecorações e promoções de patentes.

 Segundo o comandante da PM, Ten. Coronel José Maria Vasconcelos, essa data é um momento de confraternização entre os policiais que consideram Tiradentes o patrono da PM. “Por isso nós convidamos a Orquestra em Ação para participar da  homenagem a esse soldado que foi enforcado por não apoiar o governo na época”, explicou o comandante.

 A homenagem a Tiradentes seguiu com músicas da Orquestra. Um momento importante para os integrantes como Emerson Milani Mendes de 14 anos. Ele toca violino há quase dois anos. “A gente sempre fica um pouco nervoso, mas aí a gente estuda bem e toca... é sonho, nunca pode desistir não” falou entusiasmado. Disse também, “quero ser um grande músico, estudar muito a música inclusive ir para outros países”, finalizou sorrindo.

 Graciely Cristina Oliveira de 15 anos também toca violino. “Eu amo participar, faz parte de mim. Eu faço aula no projeto faz tempo, então quando iniciou a orquestra eu já comecei também”, falou a estudante.

Os policiais também participam da orquestra. A parceria foi firmada no ano passado. “É uma proposta que a Associação de Amigos da Orquestra fez à polícia para formação da banda militar. Nós oferecemos aulas de música e em contra partida eles tocam juntamente com os jovens da orquestra”, explicou Solange Gurgacz, uma das coordenadoras do projeto.

O PM Leônidas Felix já tocava na igreja, agora está se profissionalizando através dos estudos no Projeto Orquestra em Ação. Segundo ele, essa parceria com a Associação de Amigos da Orquestra é bom para o relacionamento entre Polícia e comunidade. “É uma forma até mais prática da polícia militar estar em contato de forma mais direta com a população” disse o policial que toca trompete. 

O Projeto “Orquestra em Ação”  atende em média 600 alunos anualmente nas escolas José Francisco, Urupá e Jardim dos Migrantes. Oferece aulas gratuitas como percussão, violino, viola, violoncello,  contrabaixo, violão,  piano, canto coral, flauta doce e outros sopros, história da música e teoria musical . “É um trabalho que atrai criança, adulto e jovem pra música e automaticamente através de um trabalho musical a gente consegue fazer um trabalho social” ressaltou o professor do projeto, Edmilson Costa.

Para o representante de ensino de Ji-Paraná, José Antonio, é uma iniciativa ótima para profissionalizar os estudantes que participam das aulas de música. “E o resultado nós estamos colhendo dentro da sala de aula no dia-a-dia, o aluno melhora sua capacidade de aprendizagem e seu comportamento como um todo”, completou.

Para os alunos e para os policiais tocar na orquestra do Projeto “Orquestra em Ação” é só o começo de um futuro voltado para a música. “Futuro este para o qual estamos trabalhando intensamente”, ressaltou o professor e maestro Wendeon França.

Fonte: Orquestra em Ação

Agende uma Visita
Como Colaborar
Depoimentos
Flashback

Apoiadores

Melissa Mel
SGC
Epa Encadernações
Carvalho e Porto
Governo de RO