Voltar 23 de Outubro de 2012

Orquestra promove cidadania


Orquestra promove cidadania

O tom da mudança. Esta é a proposta levada aos mais de 50 músicos, com idades de oito a 35 anos integrantes do projeto Orquestra em Ação, coordenado pela Associação de Amigos da Orquestra, em Ji-Paraná, desde 2003. Todos os alunos, com seus mais de 200 instrumentos musicais (adquiridos através do governo federal, estadual e com donativos de voluntários), seus acordes e arranjos oferecem oportunidade de desmitificar desafios e juntos galgarem ao sucesso através do ensino musical e propagação da música de qualidade.

A última apresentação do grupo ocorreu durante a 4ª Feira do Comércio e Indústria de Ji-Paraná (Fecomind). Com auditório lotado, familiares, amigos e frequentadores do evento prestigiaram o repertório musical eclético. “Fiquei um bom tempo segurando o meu lugar, o espaço era restrito. Mas, o resultado foi satisfatório e não tem como não se sentir bem ouvindo o que eles conseguiram adquirir com o passar dos anos, no que se refere ao aprendizado”, comentou a operadora de certificado digital, Daiany Montanari.

Com 16 anos e há cinco no projeto, Sirles Junior já soma experiências diversas, novas amizades e reconhecimento pelo tempo investido na cultura. “Nossos encontros vão além de aulas de teoria da música e instrumentos. Aprendemos a nos relacionar, hoje vejo que minhas amizades são diferentes e sou mais desinibido”, contou. “Antes ficava ocioso, agora tenho o que fazer e otimizo o meu tempo com o ‘aprender’ algo novo”, reforçou.

A coordenadora administrativa do Orquestra em Ação, Leila Barreiros, garantiu que há mudança de vida de todos os participantes. “Música versus disciplina. Essa relação garante responsabilidade aos seus mobilizadores. Nosso projeto tem mudado vidas”.

SOCIAL

Entre as aulas oferecidas de graça com a tutoria de sete professores especializados estão: violão, percussão, flauta doce, piano, sopro, canto, viola e violino, violoncelo, além de história e teoria da música. Os projetos de música ocorrem nas escolas da rede pública José Francisco, Rio Urupá e Lauro Benno visando a inclusão social e cultural.

Para mostrar à sociedade as conquistas, foi firmado uma parceria com o Sistema Gurgacz de Comunicação (SGC) e haverá apresentação do Orquestra em Ação no “Dia do Bem”, um evento que visa arrecadar alimentos para doação, no próximo dia 10 de novembro, no Ginásio de Esportes Gerivaldo José de Souza (Gerivaldão).

O maestro e professor Wendeon França é experiente na arte de tocar violino. Ele leciona há oito anos e falou sobre o compromisso através da música. “É possível mostrar mais humanismo, educação, respeito e dignidade. Temos ótimos resultados”.

EVENTOS COM REPERTÓRIO COMPOSTO DE BAIÃO ÀS SACRAS

Orquestra de Flautas Tom Jobim, Quarteto em Dó, Quarteto Uirapuru, Coral da Paz, e ainda a Filarmônica Orquestra em Ação. Este é o resultado do investimento em cultura, em música. Recentemente, o Orquestra em Ação foi contemplado pelo Prêmio Fundação Nacional de Artes (Funarte) de Concertos Didáticos, através do qual apresenta uma série de nove “Concertos Didáticos” em escolas públicas.

Seguindo a programação de concerto nos bairros, está previsto para o dia 4 de novembro, na Igreja Nossa Sra. de Fátima uma apresentação junto com a Missa. O repertório será de músicas eruditas e religiosas, às 19h. Já no dia 19 de novembro, haverá o Concerto Oficial na escola Gonçalves Vilella. O repertório é composto por eruditas, MPB, temas de filmes, além de estilo baião, em homenagem ao Centenário de nascimento de Luiz Gonzaga, às 20h.

A missa de 19 de dezembro, na igreja Matriz Dom Bosco, será com músicas religiosas e natalinas, às 19h. Uma viagem para um novo Concerto Oficial deve acontecer em Porto Velho, nas escadarias do Palácio Getúlio Vargas, com todos os estilos musicais, em 21 de dezembro, às 19h.

Fonte: diariodaamazonia.com.br

 

Agende uma Visita
Como Colaborar
Depoimentos
Flashback

Apoiadores

Melissa Mel
SGC
Epa Encadernações
Carvalho e Porto
Governo de RO